sexta-feira, 15 de julho de 2011

Aula 5 - Romantismo

Aula 5 – 28/05/2011

ROMANTISMO


O Romantismo foi um movimento artístico, político e filosófico surgido nas últimas décadas do século XVIII na Europa que perdurou por grande parte do século XIX. Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo e ao iluminismo e buscou um nacionalismo que viria a consolidar os estados nacionais na Europa.

Inicialmente apenas uma atitude, um estado de espírito, o Romantismo toma mais tarde a forma de um movimento e o espírito romântico passa a designar toda uma visão de mundo centrada no indivíduo. Os autores românticos voltaram-se cada vez mais para si mesmos, retratando o drama humano, amores trágicos, ideais utópicos e desejos de escapismo. Se o século XVIII foi marcado pela objetividade, pelo Iluminismo e pela razão, o início do século XIX seria marcado pelo lirismo, pela subjetividade, pela emoção e pelo eu.

O termo romântico refere-se ao movimento estético ou, em um sentido mais lato, à tendência idealista ou poética de alguém que carece de sentido objetivo.



- Queda da Aristocracia e Ascensão da Burguesia:

- Ampliação do Público Leitor

- Liberalismo, Nacionalismo e Democratização

- Brasil: Vinda da Família Real e Proclamação da República




  • Marco InicialSuspiros Poéticos e Saudades (1836, de Gonçalves de Magalhães.
  •  Subjetivismo, ou seja, a expressão do “eu”.
  •  Sentimentalismo: o coração como a medida de tudo.
  •  Evasão: Fuga da sociedade com o qual está em conflito.
  • Nacionalismo, Liberdade.
  •  Presença de Três Gerações, sendo:



a)    Primeira Geração: Implantação e consolidação do romantismo no Brasil

b)    Segunda Geração: Ultra-Romântico, geração byroniana, subjetivismo, sentimentos exacerbados.

c)    Terceira Geração: Poesia de teor sócio político. Condoreirismo.



- Principais Autores do Romantismo –



·        1ª GERAÇÃO:


* GONÇALVES DE MAGALHÃES













Introdutor do Romantismo no Brasil, publicou Suspiros Poéticos e Saudades, obra de marco inicial. Temática:;Nacionalismo, Religiosidade, Sentimentalismo, Indianismo.

 * GONÇALVES DIAS

 











Excelente poeta, talvez o melhor do Romantismo. Publicou diversas obras, destacando-se Cantos. Temática:  Indianismo, Saudade, Amor, Natureza.

·     2ª GERAÇÃO:

* ALVARES DE AZEVEDO






Marcado pela dramatização, exacerbação de sentimentos, escrevendo sobre a vida e a morte. Escreveu diversos poemas, entre eles, Se eu morresse amanhã, Lembrança da Morte.


* CASIMIRO DE ABREU

 










Caracterizado pela tematização da saudade e amor ingênuo e adolescente. Dentre suas obras, destacam-se Canção do Exílio, Meus Oito Anos, Amor e Medo.

·        3ª GERAÇÃO:

* CASTRO ALVES
 








Destaca-se pelas poesias sócio-política e abolicionista. Conhecido como “o poeta dos escravos”. Dentre suas obras, destacam-se: O navio negreiro, Os escravos, A revolução de Minas e Vozes d’África.

  

- Os Folhetins –




O formato do folhetim afetou o gênero Romance, tanto no Brasil quanto no mundo. A trama passou a ser o centro das atenções, mais que a caracterização dos personagens ou descrições de ambientes. Os acontecimentos passaram a ser elos de uma vertiginosa cadeia de eventos e foco principal do interesse dos leitores.

Autores brasileiros

Autores brasileiros como José de Alencar, Machado de Assis, Manuel Antônio de Almeida, Lima Barreto e Joaquim Manuel de Macedo tiveram obras suas publicadas em folhetins para depois serem editadas em livros. O romance urbano A Moreninha de Joaquim Manuel de Macedo é considerado o exemplo de folhetim mais popular da história do Brasil, tendo sido sucesso de vendas numa época em que a maioria da população do país ainda era analfabeta.





>> Exercícios Propostos na Apostila, comentados e corrigidos em aula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário